Dak Prescott não roubou a resposta RELAX de Aaron Rodgers, que ficou famosa ano no passado, quando os cabeças de queijo questionaram sobre o começo de temporada 4-6 do Green Bay Packers.

Mas este foi o sentimento que puderam notar no encontro em que teve com a mídia na quarta-feira, apropriadamente antes do jogo de domingo contra Rodgers e Packers (3-1).

Prescott não queria ter parte da culpa nos problemas do ataque que é contraste do sucesso de um ano atrás quando ele teve a melhor temporada de qualquer quarterback calouro da história da liga, liderando o Cowboys ao recorde 13-3.

Mas, com 2-2, Prescott não é alheio ao fato de ter causado preocupação fora da sede da equipe, The Star, em Frisco.

Além da critica, também o silêncio em seu telefone e da falta de mensagens de texto dos amigos e familiares.

“Quando você perde, você não recebe mensagens de texto”, disse Prescott com um sorriso. “Não há amor quando você perde. Você não ouve nada quando você perde.”

Ele acrescentou que as analises e críticas excessivas da mídia faz parte do trabalho. Mas não há pânico nos Cowboys.

“Tudo levará a isso, independentemente”, disse Prescott sobre as críticas. “Nós marcamos 50. Marcamos 100. Vocês vão achar algo para esmiuçar. Isso não nos incomoda. De acordo com vocês, precisamos marcar mais e precisamos marcar todas as vezes que recebemos a bola. Esse é o nosso padrão também. Estou aqui com você.

“Estamos indo na direção certa. Melhoramos cada jogo. Sabemos o que estamos fazendo quando fazemos o caminho certo. Então, sabemos como voltar a isso. Nós vamos fazer isso.”

Prescott tem em Rodgers um aliado, que diz que este é o trabalho do quarterback: se manter focado e não embarcar na montanha-russa de emoções quando as coisas não estão indo bem. Foi o que ele fez no ano passado e acredita que Prescott é o cara certo para acalmar a maré em Dallas.

“Basta confiar no processo”, disse Rodgers, quando perguntado sobre Prescott e os Cowboys. “Em 4-6, sabendo que tínhamos os caras, precisamos executar um pouco melhor. Nesta liga, a diferença entre ganhar e perder é tão fina. Há algumas peças aqui e ali que seguem o seu caminho. Algumas peças são a diferença em ganhar e perder esses jogos e mudar o impulso nesse jogo e na sua temporada, como você viu no ano passado com a gente.”.

Rodgers disse que é muito cedo na temporada para entrar em pânico, enquanto exibe um conhecimento detalhado da programação dos Cowboys e da sua divisão, onde o Philadelphia Eagles (3-1) é um jogo à frente.

“Para nós, foi a Semana 12 em que entramos”, disse Rodgers. “Esta é a Semana 5 em que estamos entrando. Você precisa lembrar as pessoas que é cedo. Eles estão 2-2. Philly é 3-1. Então eles estão de volta na divisão. Você ainda tem alguns jogos contra esses caras. Você ainda tem muito tempo na temporada. Você só tem que conseguir aproveitar ao máximo suas oportunidades”.

“Os jogos que você deve ganhar você tem que ganhar. Mas, novamente, estamos na Semana 5. Ainda há muito futebol para acontecer. Você quer estar jogando o seu melhor no momento certo “.

E essa é a perspectiva que os Cowboys estão tomando.

As coisas não estão perfeitas. O ataque ocupa o 19º lugar na liga, graças, em grande parte ao jogo de corrida que enfrenta dificuldades que ocupa o 22º lugar e, com o líder de jardas da NFL em 2016, Ezekiel Elliott, com uma média de 3,5 metros por carregada.

Elliott tem sofrido em conversões de terceira decida, onde o Cowboys estão convertendo 34,2% de suas chances e não conseguem mais controlar o relógio e a posse de bola.

Isso não incluindo os problemas admitidos por Prescott com precisão. Ele ocupa a 18ª colocação da liga no passer rating.

O Dallas Cowboys enfrentou quatro das principais defesas da liga: York Giants, Denver Broncos, Arizona Cardinals e St. Louis Rams, também desempenhando um papel na sua inconsistência.

O que não é mencionado são as mudanças na linha ofensiva que tem Chaz Green iniciando como left guard e o right tackle La’el Collins, que ainda trabalham nisso. Logo, as coisas não estão mais tão tranquilas no pocket e não há mais tantos espaços para o jogo corrido.

“Há muitas coisas diferentes do ano passado”, disse Prescott. “Queremos voltar a essa eficiência. Tanto quanto eu estou brincando, estamos planejamos pontuar sempre. Esse é realmente o nosso padrão. Percebemos que não estamos fazendo o que queremos fazer em terceiras decidas. Nós percebemos isso. É por isso que eu digo que estamos indo na direção certa. Estamos 2-2 e melhorando cada jogo. É sobre o pico no momento certo nesta liga. Eu acho que estamos indo na direção certa”.

Os Cowboys acreditam que estão apenas demorando um pouco mais do que eles fizeram há um ano. Mas não há pânico e Elliott reforçou as palavras de Prescott e Aaron Rodgers.

“Eu apenas acho que estamos demorando um pouco mais para progredir neste ano”, disse Elliott. “… Podemos perder seis jogos nesta liga e ainda ir para os playoffs desde que você esteja atingindo seu ritmo no momento certo, então você está bem. Não há pânico neste vestiário.”.

Karolyne Brum
Sigam-me

Karolyne Brum

Colaboradora em Blue Star Brasil
Estudante de Administração. Apaixonada por NFL desde 2012 e fanática pelo America's Team desde então. É colaborada do NFL Luluzinha e se juntou ao Blue Star Brasil, atualmente sendo a única garota da equipe.
Karolyne Brum
Sigam-me