O Dallas Cowboys está lidando com uma situação muito costumeira, uma lesão que põe a condição de Sean Lee em dúvida. Lee machucou seu joelho no jogo de pré-temporada contra os Seahawks e não treinou desde então, apesar de ter feito algumas atividades na sideline. Os Cowboys decidiram fazer um exame de ressonância magnética no joelho do linebacker na segunda, e mesmo com os resultados serem positivos, ainda resta uma pequena dúvida. Jason Garrett falou sobre o assunto nessa terça e de acordo com ele, com o exame não mostrando nada grave, o time não acha que essa lesão irá tirá-lo da abertura da temporada.

“Não achamos que seja uma lesão que vai levar muito tempo para curar,” disse Garrett. “Ele está fazendo progresso para voltar e temos a esperança que ele conseguirá voltar o mais rápido possível. Qualquer atividade que ele faz vai ser de maneira mais limitada.”

Mas note a frase cuidadosa de que eles não acham que isso irá afetar sua condição para o jogo no dia 11 de setembro contra o New York Giants. Isso ainda deixa alguma dúvida, e isso é definitivamente o que os Cowboys não precisam nesse momento. Depois de lidar com a perda por lesão de seu quarterback no ataque, os Cowboys não podem se dar ao luxo de perder seu quarterback na defesa devido uma lesão. É sabido o histórico extensivo de lesões de Lee, e quando se fala de lesões no joelho, isso torna tudo muito pior, ainda mais pela artroscopia feita na off-season.

Se Lee for perder algum jogo, os Cowboys ficariam sem seus dois melhores linebackers e teriam que contar com uma variação de jovens jogadores como Anthony Hitchens e Damien Wilson, combinado com o veterano Justin Durant. Para um time que já tem dificuldades ao longo da sua linha defensiva, ter que fazer a substituição de um linebacker do nível de Sean Lee certamente só aumenta seus problemas.

O certo é terá que se aguardar para ver se Lee irá estar completamente saudável antes do primeiro jogo, mas com certeza é um problema que se lidará em um momento totalmente inoportuno.

Eduardo Zamarian

Eduardo Zamarian

Colaborador em Blue Star Brasil
Gosto de ver todos os esportes, mas acompanhar o Dallas Cowboys e o Corinthians é obrigação diária. E também todo dia é dia de rock,bebê.
Eduardo Zamarian