O vice-presidente executivo do Dallas Cowboys, Stephen Jones, recentemente deu uma entrevista na rádio KRLD-FM 105.3 The Fan. Abaixo estão alguns destaques:

Sobre a recuperação de Jaylon Smith

Stephen Jones: Nós nos sentimos tão bem com ele, com o que ele tem conseguido realizar. Eu penso que ele está ficando melhor a cada dia. Nós estamos muito otimistas sobre ele e temos desenhado ele como um grande colaborador para nosso time. As pessoas ainda não tiveram a chance de realmente entender que tipo de homem ele é. Procure ver o vídeo dele em Notre Dame e veja que jogador incrível ele era lá. Se considerarmos somente as suas realizações dentro do campo, não há dúvida que ele deveria ser escolhidos entre os cinco primeiros. Ninguém sabia o que Dak se tornaria até ele efetivamente chegar aqui. Bem, com esse cara, vai acontecer a mesma coisa. Em termos das suas habilidades de liderança, suas habilidades para lidar com as pessoas, sua paixão pelo jogo de futebol americano e o que esse cara representa, é especial.

Existe uma expectativa para que ele retorne ao status que ele tinha em Notre Dame?

Stephen Jones: Bem, quando um jogador está retornado de uma lesão, sempre vai ter especulação. Nós achamos que ele retornará bem. Até nós o vermos em ação, não é possível ter certeza. O que nós vimos até agora é muito bom. Nosso corpo médico entende que ele irá estar em continua melhora, um dia após o outro, uma semana após a outra, um mês após o outro.

Em quais áreas o Dak pode melhorar?

Stephen Jones: Essa é uma pergunta muito, muito, muito difícil, porque ele fez tudo tão bem. A coisa mais importante é o tempo na função. O cara tem um apetite insaciável, quer ser o melhor de todos e consequentemente ganhar um campeonato. Eu sei que voltará a campo com o treinador Garrett, com Scott Linehan, com Wade Wilson, com nossa equipe ofensiva e, obviamente, seus companheiros de time e trabalhará para melhorar. É difícil para mim sentar aqui e dizer o que ele tem de melhorar porque ele foi muito bem – não muito bem – um jogador tipo All-Pro sendo novato. Mas no final das contas, não há nada como ganhar experiência no seu trabalho. A medida que ele continuar a trabalhar forte na sua posição, ele estará cada vez melhor. Ninguém vai superá-lo. Ele sabe como as coisas funcionam e está absolutamente comprometido.  Que futuro incrível podemos esperar em termos do  que Dak Prescott pode atingir.

A maior necessidade na offseason é achar um edge rusher?

Stephen Jones: Não há a menor dúvida. É por isso que sempre dizemos que temos que continuar melhorando. Especificamente esse caso, nós não fizemos um bom trabalho. Nós tentamos de muitas maneiras diferentes fazer isso acontecer. Mas hoje aqui sentados, tenho que dizer que nós não temos esse tipo de jogador.  Nós tivemos vislumbres disso com o Randy Gregory, mas isso é um grande ponto de interrogação, já que não sabemos quando ele será capaz de voltar e ser um jogador de futebol para o nível da NFL. Endireitar a sua vida é a coisa mais importante que ele tem a fazer. Mas enquanto isso, não há dúvidas quais são as nossas necessidades. O foco será voltado para a defesa. Não é que iremos fechar os olhos para um jogador que pode melhorar o nosso lado ofensivo. Nós mostramos isso no ano passado, quando todos sabiam o quanto precisávamos melhorar a defesa e nós, obviamente, escolhemos o Zeke. Nós tínhamos o raciocínio correto na ocasião. Acho que nada faria mais sentido, de acordo com o planejamento, do que selecionar o Zeke. Nada pode ser descartado. Assim que você evita de fazer grandes erros. Mas acho que é óbvio, para quem vê nosso time, que o nosso sistema defensivo, especialmente o nosso front seven, é onde temos a maior necessidade de melhoria.

Eduardo Zamarian

Eduardo Zamarian

Colaborador em Blue Star Brasil
Gosto de ver todos os esportes, mas acompanhar o Dallas Cowboys e o Corinthians é obrigação diária. E também todo dia é dia de rock,bebê.
Eduardo Zamarian