O Dallas Cowboys adicionou qualidade à sua defesa na primeira noite do NFL Draft 2017. Com a 28ª escolha geral, a franquia do Texas escolher o defensive end Taco Charlton, de Michigan.

Mas, entre tantas perguntas para serem feitas para o jogador, uma permeou a mídia durante algum tempo: de onde veio o apelido do atleta? O jogador informou a resposta seria uma longa história.

“Quando sua avó e sua mãe querem te dar um nome, é difícil fugir dele”, contou na sexta-feira.

Os pais de Charlton viajaram para o Texas para ver a apresentação do filho como um Cowboy. A mãe de Taco, Tamara, contou mais detalhes sobre o apelido do jogador. Após comentar que ele nasceu em 7 de novembro de 1994, Tamara explicou a relação entre a alcunha do rapaz e um comercial de TV.

“Taco nasceu dois meses antes do tempo esperado, ele era um prematuro. Naquela época, a Taco Bell (cadeia de restaurantes) tinha um comercial com a frase ‘Make a run For The Border’ (em tradução livre: Faça uma corrida para a fronteira). Minha mãe falou que ele estava correndo para a fronteira assim que entrei prematuramente em trabalho de parto.”

A referência ao comercial da Taco Bell foi marcante. Apesar do seu nome oficial ser Vidauntae, uma homenagem a esta avó, Veddiann, o novo jogador dos Cowboys foi chamado de Taco desde o momento em que veio ao mundo.

“Ele se transformou em Taco imediatamente”, disse Tamara. “Se você o encontrar num shopping center hoje em dia e o chamar pelo seu verdadeiro nome, ele provavelmente não responderia, porque nunca ninguém usa este nome. Nunca o chamamos pelo seu nome. É sempre Taco.”

A sua mãe não exagerou. Da escola aos olheiros universitários, as pessoas sempre o chamaram pelo apelido.

“Seus professores, qualquer um que o conheceu na escola primária, todos o conheciam por Taco Charlton”, continuou Tamara. “Se você dissesse a um deles o seu nome verdadeiro, você ouviria ‘hum?’. Se você dissesse ‘Taco’, eles diriam ‘Ah, o garoto grande'”.

A história se repete até mesmo em momentos mais formais. Em seu primeiro contracheque estava escrito “Taco Charlton”. Além disto, as cartas de várias faculdades o nomeavam assim.

Agora que ele foi selecionado pelo Dallas Cowboys, esta tendência vai crescer ainda mais. O próprio Taco já informou que foi contactado por várias empresas que desejam patrociná-lo, e todos o chamaram pelo apelido.

Sua mãe foi questionada sobre o que achava de ver o nome verdadeiro de Taco esquecido. A sua resposta não poderia ser mais emblemática.

“Este (Vidauntae) é o seu verdadeiro nome. Mas Taco é quem ele é”, completou.

Márcio Silveira
Sigam-me

Márcio Silveira

Colaborador em Blue Star Brasil
Torcedor do Dallas Cowboys desde 2011, quando passou a acompanhar a NFL. Sonha em ver o time no Super Bowl cada vez que a temporada começa.
Márcio Silveira
Sigam-me