Two Minute Drill – Queda de rendimento, Caminho para os playoffs e...

Two Minute Drill – Queda de rendimento, Caminho para os playoffs e mais

571
  • O Cowboys perdeu pela terceira vez nos últimos 5 jogos e agora tem um record de 8-4. Se a temporada acabasse hoje, Dallas não iria para os playoffs, porém o time só depende dele mesmo para se classificar para a pós temporada. Isso se deve ao fato de times como Seattle e Philadelphia, além de Detroit e Green Bay ainda se enfrentarem. Para o Cowboys ganhar a divisão, precisa ganhar o confronto direto contra o Eagles na semana 15 e ainda precisaria de uma derrota do time da Philadelphia em alguma outra partida. Para conseguir uma vaga através do wild card, Dallas precisa ganhar todos os 4 jogos e está classificado, sem depender de nenhum outro resultado.

 

  • O ataque no-huddle do Eagles foi um dos principais fatores para a derrota do Cowboys. As jogadas feitas rapidamente uma logo após a outra, sem o huddle impossibilitou que a defesa do Cowboys fizesse substituições e não foi possível a realização da rotação na linha defensiva que Rod Marinelli gosta de fazer. Com isso, os jogadores de linha cansaram e LeSean McCoy conseguiu correr muito bem com a bola e Mark Sanchez teve muito tempo para fazer seus passes. Um dos poucos pontos positivos do time na partida foi Tyrone Crawford, que mais uma vez teve uma boa partida, e conseguiu o primeiro sack de sua carreira.

 

  • Nas últimas semanas, o ataque do Cowboys começou a ficar mais previsível e isso tem dificultado o rendimento do time. A linha ofensiva de Dallas é dominante boa parte do tempo, porém seria bom se Scott Linehan chamasse alguns play actions, principalmente nas primeiras descidas, para dar algumas leituras diferentes para a defesa. Além disso, alguns jogadores secundários não tem sido bem utilizados nas últimas semanas, como Terrance Williams, Joseph Randle e Lance Dunbar. Williams recebeu apenas 5 passes nos últimos 4 jogos de Dallas, Randle tem apenas duas corridas desde a bye week e Dunbar tocou na bola apenas 5 vezes desde o jogo contra Jacksonville. O ataque de Dallas precisa utilizar mais esses três jogadores para conseguir as vitórias necessárias para a classificação nos playoffs.

 

  • A NFL tem se preocupado bastante com a segurança dos jogadores nos últimos anos, mudando algumas regras, protegendo mais os jogadores, principalmente quarterbacks, mudando seu protocolo em relação as concussões e outras diversas medidas para ‘proteger’ os jogadores. Uma dessas ações, foi obrigar que os jogadores usassem o mesmo capacete durante as 16 partidas da temporada, impossibilitando que times joguem com seus uniformes throwbacks utilizando um capacete diferente. Com isso, o Cowboys parou de usar seu uniforme azul com o capacete branco que conta apenas com uma estrela toda azul em cada um de seus lados. Essa ação, apesar de fazer com que o Dallas não jogue com um dos uniformes favoritos dos fãs, foi uma boa medida para tentar diminuir as concussões dos atletas, já que um capacete novo não se encaixa tão bem na cabeça dos jogadores. Porém a NFL algumas vezes vai contra essa ideia de proteção aos jogadores. O Cowboys vai fazer seu terceiro jogo em 11 dias na próxima quinta-feira. Para um esporte tão desgastante como o futebol americano, essa sequência de jogos não é algo que ajuda na proteção dos atletas, algo que a NFL tanto preza.

 

  • Tony Romo fez um dos piores jogos de sua carreira na partida contra o Eagles. Seu rating de 53.7 foi o pior da temporada, e ele ainda lançou duas interceptações, a primeira vez com mais de uma interceptação em uma partida desde a semana 1. E essa também foi a primeira vez que ele não lançou um touchdown em um jogo desde a semana 3 de 2012, quando ficou zerado em uma partida contra Tampa bay. A sequência de Romo durou 38 jogos, a maior da franquia e quinta maior da história da NFL.

 

  • DeMarco Murray teve apenas 73 jardas corridas contra Philadelphia, a menor marca da temporada. Essa foi apenas a segunda vez em 12 jogos que Murray não alcançou a marca de 100 jardas em uma partida. Porém, o camisa 29 chegou a 1427 jardas, maior marca da história do Cowboys após 12 jogos em uma temporada, ultrapassando a marca de Emmitt Smith, que conseguiu 1403 jardas após 12 partidas em 1995.

 

  • Na próxima quinta-feira, o Cowboys vai enfrentar o Chicago Bears no Thursday Night Football. Os últimos 3 confrontos entre as equipes foram favoráveis a equipe de Chicago, sendo a última vitória de Dallas na semana 3 da temporada de 2007, quando o Cowboys venceu pelo placar de 34×10.

Leonardo Sangiorge

Acompanha a NFL desde 2009. Desde então, torce para o Cowboys e sofre com o time a cada jogo. Escritor das colunas Two Minute Drill e Matchups, além de participante do PodCast. Valeu?