Two Minute Drill – Sequência de vitórias, Confrontos entre Romo e Manning...

Two Minute Drill – Sequência de vitórias, Confrontos entre Romo e Manning e mais

391

foto: (cbssports.com)

 

  • Com a vitória sobre o Seattle Seahawks, o Cowboys chegou a 5ª vitória em 6 jogos, o melhor início de uma temporada desde 2007. Dallas ainda conseguiu sua 5ª vitória seguida, maior sequência desde que Garrett assumiu como treinador. A última vez que o Cowboys venceu 5 seguidas, foi justamente em 2007, quando alcançou a marca de 7 vitórias seguidas. Todas as vezes que começou a temporada com 5 vitórias e 1 derrota, o Cowboys se classificou para os playoffs.

 

  • Antes da partida de domingo, a defesa de Seattle era a melhor contra o jogo terrestre na NFL e não havia permitido que nenhum running back ultrapassasse a marca de 38 jardas correndo com a bola. Contra Dallas, a história foi diferente. DeMarco Murray correu para 115 jardas e Joseph Randle para mais 52. A atuação do jogo terrestre teve grande parte de seus méritos nos jogadores de linha ofensiva, que abriram muitos buracos para as corridas e rendeu a Tyron Smith o prêmio de melhor jogador ofensivo da NFC na semana. Essa foi a primeira vez que um jogador de linha recebeu o prêmio desde 2004, quando Brian Waters foi eleito jogador ofensivo da AFC, pelo Kansas City Chiefs.

 

  • Com mais um jogo de 100 jardas, DeMarco Murray se juntou a uma lenda da NFL. Jim Brown, imortalizado no hall da fama, era até então o único jogador a começar uma temporada com 6 jogos consecutivos com pelo menos 100 jardas, porém no jogo contra o Seahawks, Murray correu para 115 jardas e igualou esse feito. Os números do running back do Cowboys são impressionantes. Ele lidera a liga em jardas terrestres com uma vantagem de 243 jardas para o segundo colocado, Le’Veon Bell. Ainda, Murray tem mais jardas conquistadas em 1st downs (594) do que qualquer outro running back tem nos 4 downs somados.

 

  • Que grande trabalho tem feito Rod Marinelli essa temporada como coordenador defensivo do Cowboys. A defesa estava 100% preparada para parar o ataque de Seattle. Os defensive ends jogaram com muita disciplina. Eles não permitiram que Russel Wilson saísse do pocket e esperaram até o último segundo nas jogadas de read-option, forçando Wilson a entregar a bola para Marshawn Lynch. Ainda, a defesa conseguiu parar todas as jogadas do maior play-maker do Seahawks, Percy Harvin. O recebedor encostou 6 vezes na bola para -1 jarda. Os cornerbacks estavam muito atentos e não deixaram que ele conseguisse avançar após screens e os linebackers pararam muito bem as suas corridas. O ataque de Seattle conseguiu apenas 206 jardas totais e apenas 9 primeiras descidas.

 

  • Dan Bailey acertou todos os 3 chutes que tentou na partida contra o Seahawks, incluindo um acerto de 56 jardas, o mais longo de sua carreira. Após seu primeiro acerto, Bailey chegou a marca dos 100 field goals convertidos e é agora o kicker com melhor aproveitamento da história da NFL. Bailey tem um percentual de acerto de 91.1%. O segundo colocado, entre kickers com pelo menos 100 acertos, é Mike Vanderjagt, que acertou 86.5% dos chutes tentados na sua carreira.

 

  • Em uma entrevista na semana passada, Tony Romo disse que Jason Witten é possivelmente o melhor jogador da história do Cowboys. E é difícil argumentar contra, quando ele quebra recordes quase que semanalmente. Witten recebeu 2 passes na vitória sobre o Seahawks e alcançou a marca das 900 recepções na carreira, apenas o segundo tight end a conseguir o feito e o primeiro jogador do Cowboys a alcançar a marca. Apenas outros 15 jogadores conseguiram 900 recepções em suas carreiras na NFL.

 

  • Como já havia comentado na última edição do Two Minute Drill, o Cowboys tem sido muito eficiente nas terceiras descidas, e lidera a liga no quesito, convertendo 56% dos 3rd downs. A maioria dessas tentativas são para poucas jardas para conseguir a conversão, pela eficiência do jogo terrestre nas duas primeiras descidas. Porém, quando se encontra em situações adversas, o Cowboys ainda encontra um jeito conseguir o 1st down. Há duas semanas, numa 3rd and 9 na prorrogação, Romo, sob pressão, lançou para Dez Bryant que fez uma recepção sensacional e colocou o Cowboys em posição de chutar o field goal e ganhar o jogo. No último domingo, no drive que deu a vitória para o Cowboys, Romo se encontrou em uma 3ª para 20. Após receber o snap, Romo sofre pressão do seu lado esquerdo, porém executa seu movimento característico dando um giro de 180 graus e escapa do defensor. O camisa 9 avança no pocket, procura um recebedor e lança a bola para Terrance Williams, que faz uma espetacular recepção e converte o 1st down. Algumas jogadas depois, DeMarco Murray entrou na end zone e colocou o Cowboys na liderança da partida.

 

  • No próximo domingo, Tony Romo e Eli Manning se enfrentarão pela 15ª vez em suas carreiras. Nos primeiros 14 confrontos, são 7 vitórias para cada lado, sendo que Eli ganhou 4 dos 5 jogos disputados no AT&T Stadium, incluindo a vitória na primeira partida de temporada regular disputada no estádio, na semana 2 de 2009. Os números de Romo e Manning quando se enfrentam são muito parecidos. O quarterback de Dallas completa 65.2% dos passes quando enfrenta Eli, que completa 62.3 % dos passes nas partidas disputadas contra Romo. Manning tem uma média de 273.1 jardas no confronto contra Romo, que lança em média 264.5 jardas contra Eli. Ainda, nos confrontos entre os dois, Romo tem 30 touchdowns lançados, um a mais que Manning, e 16 interceptações sofridas, 2 a mais que o quarterback do Giants.

 

por: Leonardo Sangiorge

Leonardo Sangiorge

Acompanha a NFL desde 2009. Desde então, torce para o Cowboys e sofre com o time a cada jogo. Escritor das colunas Two Minute Drill e Matchups, além de participante do PodCast. Valeu?