Two Minute Drill – Virada Histórica, Domínio de Smith e mais

Two Minute Drill – Virada Histórica, Domínio de Smith e mais

247

foto: (dallascowboys.com)

Esse é o terceiro texto da coluna Two Minute Drill. Hoje, falamos sobre tudo o que aconteceu no jogo contra o Saint Louis Rams, alé do recorde de Dan Bailey, das atuações de Tony Romo e Morris Claiborne, do comprometimento do time com as corridas e do início de temporada do Cowboys.

  • Após estar perdendo por 21×0 no primeiro tempo na partida contra o Rams, o Cowboys conseguiu a maior virada de sua história em um jogo que não terminou na prorrogação. Dallas já tinha conseguido viradas de 21 pontos contra o Saints em 1984 e Redskins em 1999, porém ambos os jogos foram para a prorrogação.
  • Tony Romo teve seu melhor jogo da temporada no último domingo, e pela primeira vez no ano jogou da maneira que estamos acostumados a ver. Romo escapou da pressão algumas vezes, se movimentou muito bem no pocket, lançou passes em profundidade e ainda teve uma corrida de 16 jardas em uma 3ª pra 13, no drive que colocou o Cowboys à frente no placar pela primeira vez no jogo. Aos poucos parece que o camisa 9 vai ficando saudável, depois da cirurgia que o tirou do jogo decisivo da semana 17 da temporada passada.
  • Janoris Jenkins é um cornerback que gosta de arriscar e tentar adivinhar algumas rotas dos recebedores adversários. Contra Dallas, Jenkins conseguiu uma interceptação dessa maneira. Na jogada, Jenkins fica o tempo todo olhando para Tony Romo, esperando que o quarterback do Cowboys fizesse o passe para Bryant na linha do 1st down. Romo observa a rota de Bryant se desenvolver desde o snap e nao vê Beasley livre no meio do campo. Quando Romo faz o passe, Jenkins dispara em direção a bola e consegue a interceptação e o touchdown. Porém, essa não foi a unica vez que Jenkins tentou advinhar uma rota do recebedor do Cowboys. Com o jogo 21×10 no terceiro quarto, Tony Romo fez um play action para Murray. Terrance Williams corria uma rota no meio do campo e atraiu a atenção do safety Rodney McLeod, deixando Bryant sozinho numa marcação individual com Jenkins. Dez faz um pequeno corte para a esquerda, e Jenkins corta a linha de passe rapidamente, tentando fazer outra jogada como a que conseguiu no primeiro tempo. Bryant volta a correr para o meio do campo e dispara, deixando o cornerback do Rams para trás e anota um lindo touchdown de 68 jardas. Como Tony Romo disse em sua entrevista após o jogo, Jenkins terminou a partida 1 de 2 em suas tentativas de adivinhar rotas.
  • DeMarco Murray teve outro bom jogo e o Cowboys continua mostrando que está comprometido a correr mais com a bola esse ano. Mesmo após estar perdendo por 21 pontos no primeiro tempo, Scott Linehan chamou 29 jogadas de corrida e apenas 23 passes no jogo. Murray lidera a liga em jardas terrestres com 385, 70 a mais que o segundo colocado, Le’Veon Bell. Com 3 partidas com pelo menos 100 jardas para começar o ano, Murray se tornou apenas o terceiro jogador da franquia a alcançar a marca. Emmitt Smith e Tony Dorsett são os outros dois jogadores a conseguir o feito. O camisa 29 também sofreu seu terceiro fumble essa temporada. Os três fumbles de Murray aconteceram no primeiro quarto de jogo, e os ocorridos na semana 1 e 3 resultaram em touchdown do adversário.
  • Pela primeira vez no ano, a linha ofensiva do Cowboys não cedeu nenhum sack. Tyron Smith simplesmente dominou um dos melhores jogadores de defesa da liga, Robert Quinn. Agora em três confrontos entre Quinn e Smith, são três vitórias para Dallas e nenhum sack conseguido pelo defensor do Rams. Tyron Smith já pode ser considerado um dos melhores left tackles da liga.
  • A defesa de Dallas também não conseguiu nenhum sack na partida e agora tem apenas 3 sacks em 3 jogos. Para ter mais sucesso parando os ataques adversários, a linha defensiva de Dallas precisa pressionar mais os quarterbacks. Anthony Spencer está próximo de retornar e deve ajudar, porém Henry Melton tem uma lesão na coxa e pode perder algum tempo. A linha defensiva do Cowboys também precisa fazer um melhor trabalho parando o jogo terrestre adversário. Foram apenas 13 tackles para jogadores de linha, enquanto os linebackers somaram para 33 tackles  totais. O calouro Anthony Hitchens conseguiu 13 tackles incluindo um para perda de jardas em uma 4th and 1 que foi fundamental para a virada do Cowboys.
  • Morris Claiborne conseguiu a terceira interceptação de sua carreira no jogo contra o Rams. Porém sua atuação não foi nada boa. Ele cedeu 6 recepções para 115 jardas e 2 touchdowns. Claiborne era considerado o melhor jogador de defesa do draft de 2012 e Dallas trocou suas escolhas de primeira e segunda rodada daquele ano para conseguir escolhê-lo. Esperava-se que em pouco tempo ele se tornaria um dos melhores cornerbacks da liga. Porém, no terceiro ano de sua carreira, Claiborne ainda não correspondeu às expectativas e é hoje um cornerback abaixo da média.
  • Após a vitória, o Cowboys tem agora um record de 2-1. Nos quatro anos sob o comando de Garrett, Dallas começou com 2 vitórias e 1 derrota. O Cowboys nao perde na semana 3 de uma temporada desde 2003. Essa foi a primeira vez que Dallas venceu jogos consecutivos fora de casa desde dezembro de 2012, quando venceu jogos em Philadelphia e em Cincinnati. Essa foi também a primeira vez que Dallas venceu jogos seguidos usando seu “amaldiçoado” uniforme azul desde 1983.
  • Dan Bailey acertou mais dois field goals sem errar e agora tem a maior sequência da história do Cowboys, com 28 acertos consecutivos, ultrapassando a marca de 27 field goals sem erro de Chris Boniol em 1996. A maior sequência da NFL é de 42 field goals consecutivos.
  • A vitória contra o Rams marcou a 21ª vitória de virada no 4º quarto da carreira de Tony Romo, a maior marca da franquia. Romo lançou dois passes para touchdown contra Saint Louis e aumentou sua sequência de jogos com pelo menos um passe para touchdown para 31, a maior sequência da franquia e agora ultrapassou as séries de Dan Marino e Ben Roethlisberger, se tornando a 6ª maior sequência da história da NFL e segunda maior ativa, atrás apenas da de Peyton Manning, que lançou pelo menos um touchdown nos últimos 41 jogos.


por:
Leonardo Sangiorge

 

Leonardo Sangiorge

Acompanha a NFL desde 2009. Desde então, torce para o Cowboys e sofre com o time a cada jogo. Escritor das colunas Two Minute Drill e Matchups, além de participante do PodCast. Valeu?