Anthony Hitchens teve duas de suas três primeiras temporadas com 100 tackles ou mais, e jogou em 48 dos possíveis 48 jogos de temporada regular.

Hitchens perdeu os quatro primeiros jogos desta temporada, em causa de uma fratura no joelho direito durante a pré-temporada. Ele também lutou contra uma lesão na virilha.

Mas essas lesões não impediram que Hitchens tivesse o que ele descreveu como sua melhor temporada com o Dallas Cowboys.

Hitchens lidera o time em tackles para perda de jardas, com oito, dobrou sua anterior melhor marca da carreira, com quatro na temporada passada. Apesar de perder os quatro primeiros jogos, Hitchens ocupa o segundo lugar no time em tackles com 65.

Perguntado se esta é a melhor temporada, Hitchens desperdiçou pouco tempo dizendo: “Ah, sim. Absolutamente. Eu me sinto como em meu ano de calouro até agora, eu cresci todos os anos, melhorando todos os anos. Felizmente, alguém vê isso”.

Hitchens sente que melhorou com mais experiência e seu entendimento com a formação de defesa Tampa 2 de Rod Marinelli.

Como novato e em sua segunda temporada, Hitchens jogou nas três posições de linebacker. Sua versatilidade continua a ser um trunfo, pois sua posição natural é sendo middle linebacker, mas ele tem a habilidade de jogar no weakside caso Sean Lee seja novamente afastado com uma lesão.

Hitchens teve que jogar como middle e weakside linebacker em cada uma das duas últimas temporadas.

Hitchens admitiu que era um desafio em sua temporada de calouro, mas ele está confortável onde quer que ele seja necessário hoje em dia.

“Agora é natural”, disse Hitchens. “Todos os anos estou mudando, então estou acostumado com isso agora”. É mostrado em sua produção.

Hitchens teve 15 tackles, liderando o time contra o Washington Redskins, e continua a impressionar. Ele fez o suficiente para conseguir um segundo contrato quando ele se tornar um free agent, seja com os Cowboys ou com qualquer outro time.

Carlos Ramalho

Carlos Ramalho

Colaborador em Blue Star Brasil
Sofreu do famoso amor à primeira vista com a NFL em 2010 e se encantou com os Cowboys no mesmo ano. Desde então, segue fielmente o Time da América!
Carlos Ramalho